Arquivo de etiquetas: IPATIMUP

Projeto “Conhecer a Doença: os Doentes em Primeiro Lugar” – IPATIMUP

Projeto

Este projeto tem por objetivo analisar a relação entre o saber experiencial da doença oncológica e o saber biomédico que lhe corresponde. Entrecruza assim a oncologia, as ciências sociais e a biomedicina.

O trabalho, desenvolvido no IPATIMUP e financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, teve como ponto de partida entrevistas a doentes oncológicos, cujas vivências, dúvidas e iliteracia em relação ao cancro impulsionaram a elaboração de uma série de booklets.

Este projeto obteve a chancela da Direcção-Geral de Saúde e contou com a participação dos Programas Nacionais para as Doenças Oncológicas e da Promoção da Alimentação saudável.

Os booklets são dedicados aos cancros de cólon, esófago, mama, próstata, pulmão, estômago, bexiga e tiroide e contêm uma linguagem acessível e educativa, capaz de desconstruir medos, mitos e termos médicos habitualmente incompreensíveis.

Os vários documentos podem ser acedidos aqui.

Logo Diário da República

Reconhecida a Natureza Científica do IPATIMUP – Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto

  • DESPACHO N.º 2039/2015 – DIÁRIO DA REPÚBLICA N.º 40/2015, SÉRIE II DE 2015-02-26
    Ministérios das Finanças e da Educação e Ciência – Gabinetes do Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais e da Secretária de Estado da Ciência

    Reconhece que a atividade desenvolvida pelo IPATIMUP – Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto é de natureza científica, para efeitos do Estatuto do Mecenato Científico

Cancro Ponto e Vírgula: Exposição Pedagógica Sobre o Cancro

Exposição pedagógica sobre o cancro organizada pelo IPATIMUP é dirigida a grupos escolares do ensino secundário.

« Está patente, de 26 a 30 janeiro, das 9 às 19 horas, a exposição “Cancro ponto e vírgula”, na Zona de Congressos, no piso 1 do Edifício Sede da Fundação Calouste Gulbenkian.

A cerimónia de abertura da exposição contou com uma palestra às 11 horas seguindo-se da inauguração pelas 12 horas com a participação do Ministro da Saúde, Paulo Moita de Macedo.

Esta iniciativa que tem por objetivo aumentar a literacia dos mais jovens em relação aos problemas da Saúde e do Cancro, estimulando o conhecimento sobre a sua prevenção e o diagnóstico precoce.

Nesta exposição, são abordados seis tipos de cancro: cancro do colo do útero, cancro do colón e do reto, cancro do estômago, cancro da mama, cancro da pele e cancro da tiroide.

Participam nesta iniciativa 20 escolas e cerca de 800 alunos, num programa que inclui visitas guiadas à exposição e sessões de discussão orientadas por investigadores e especialistas do Ipatimup, num ambiente de contacto informal.

O Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP) é uma associação privada, sem fins lucrativos e de Utilidade Pública, criada em 1989 sob a égide da Universidade do Porto.

Foi um dos primeiros quatro Laboratórios Associados do Ministério da Ciência criados em Portugal.

Tem como vocação fundamental fazer investigação de translação e pós-graduação em Oncobiologia, Medicina Molecular e Genética. Constituem também atividades fundamentais do IPATIMUP a divulgação científica com ênfase na prevenção do cancro e de outras doenças, e a prestação de serviços à comunidade nos seguintes domínios: diagnóstico anatomo-patológico e seleção terapêutica de doenças cancerosas e precancerosas, diagnóstico molecular, aconselhamento genético de cancro familiar e ambiental, e genética populacional e forense.

Para mais informação, consulte:

Fundação Calouste Gulbenkian – http://www.gulbenkian.pt/ »