Dia Nacional do Não Fumador – 17 novembro

Dia Nacional do Não Fumador - 17

A Direção-Geral da Saúde, através do Programa Nacional para a Prevenção e Controlo do Tabagismo, assinala o Dia Nacional do Não Fumador, na próxima sexta-feira, dia 17 de novembro, com uma cerimónia que decorre na Biblioteca Nacional do Desporto, situada no Palácio Foz, Praça dos Restauradores, Lisboa, a partir das 9h30.

A sessão será presidida pelo Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, e contará com a apresentação do relatório do Programa Nacional para a Prevenção e Controlo do Tabagismo – 2017.

Na ocasião, será introduzido o concurso de ideias «Campanha contra o Tabagismo 2018» e será assinado um protocolo com a Escola Profissional de Artes, Tecnologias e Desporto (EPAD).

Para mais informações consulte o programa.

Dia Nacional do Doente com AVC: INEM encaminhou 3.386 doentes para a via verde do AVC

Nas vésperas do Dia Nacional do Doente com Acidente Vascular Cerebral (AVC), que se assinala a 31 de março, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) alerta a população para os sinais de alerta, sintomas e procedimentos a tomar em caso de AVC .

Em 2016 o INEM registou 3.386 casos de AVC encaminhados para a Via Verde do AVC, uma média de 9 casos por dia. Os distritos de Lisboa e Porto registaram o maior número destes encaminhamentos, com 736 e 735 casos, respetivamente. Seguiram-se Braga, com 285 casos, e Setúbal, com 272.

A estatística indica ainda que os Hospitais de São José (399) e Santa Maria (296) em Lisboa, Hospital de Braga (258), São João (257) no Porto, e Padre Américo em Penafiel (201) receberam o maior número de casos encaminhados pela Via Verde do AVC.

O INEM aconselha os cidadãos a ligarem o 112 nos casos em que haja sinais ou sintomas de AVC, como falta de força num braço, boca ao lado ou dificuldade em falar.

Através do número 112, o INEM coordena a assistência pré-hospitalar e encaminha as vítimas para a Via Verde do AVC, que permite um tratamento mais rápido e eficaz da doença, nos hospitais adequados ao seu tratamento. Por esse motivo, o INEM aconselha a utilização do Número Europeu de Emergência – 112, perante os sinais e os sintomas de AVC, como a falta de força num braço, a boca ao lado ou a dificuldade em falar.

O AVC continua a ser uma das principais causas de morte em Portugal, sendo também a principal causa de morbilidade e de potenciais anos de vida perdidos no conjunto das doenças cardiovasculares. As primeiras horas após o início dos sintomas de AVC são essenciais para o socorro da vítima, pois é esta a janela temporal que garante a eficácia dos principais tratamentos.

Para prevenir a doença, devem ser adotados hábitos de vida saudáveis, evitar-se o tabaco e a vida sedentária e ter especial atenção a doenças como a hipertensão, diabetes ou arritmias cardíacas.

Desde que a Via Verde do AVC foi criada, em 2006, mais de 27 mil doentes puderam beneficiar de um melhor tratamento.
O AVC é um défice neurológico súbito, motivado por isquemia (deficiência de irrigação sanguínea) ou hemorragia no cérebro.


O INEM é o organismo do Ministério da Saúde responsável por coordenar o funcionamento, no território de Portugal Continental, de um Sistema Integrado de Emergência Médica, de forma a garantir aos sinistrados ou vítimas de doença súbita a pronta e correta prestação de cuidados de saúde.

A prestação de socorros no local da ocorrência, o transporte assistido das vítimas para o hospital adequado e a articulação entre os vários intervenientes do Sistema são as principais tarefas do INEM.

Através do número europeu de emergência – 112, este instituto dispõe de múltiplos meios para responder a situações de emergência médica.

Visite:

INEM – www.inem.pt/