Arquivo de etiquetas: Maternidade

Região Centro Com Nova Maternidade em Coimbra – Procedimentos Arrancam em 2017

Procedimentos para nova maternidade em Coimbra arrancam já em 2017

O Ministério da Saúde deu autorização para o início da construção da nova maternidade de Coimbra, que vai fundir as duas já existentes na cidade. O anúncio foi dado pelo Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), José Martins Nunes.

O Presidente do Conselho de Administração do CHUC explica que, face à autorização do Ministério da Saúde para o início da construção da maternidade e de todo o trabalho relacionado com a sua criação, o CHUC avança já em 2017 com o lançamento do concurso internacional para o projeto de arquitetura, a elaboração do projeto de arquitetura e a elaboração do caderno de encargos, para se poder “lançar o concurso da obra ainda no final de 2017 ou no início de 2018”.

A nova maternidade, com um orçamento previsto de 16,8 milhões de euros, será construída no perímetro do hospital universitário, entre os serviços de psiquiatria e de fisioterapia, e deverá estar concluída entre o final de 2019 e o início de 2020, informa.

Esta maternidade vai levar à fusão das Maternidades Bissaya Barreto e Daniel de Matos, decidida na sequência da agregação de diversos estabelecimentos públicos de saúde no CHUC, que integra os Hospitais da Universidade de Coimbra , o Hospital dos Covões, as duas maternidades e o Hospital Pediátrico, além das unidades de saúde mental.

“É um equipamento importantíssimo para Coimbra, para a região Centro e para o país”, sublinha Martins Nunes.

O CHUC tem já quatro milhões de euros para a primeira fase da obra. O processo da fusão das maternidades já conta com mais de três anos de trabalho, conclui o responsável.

Visite:

CHUC – http://www.chuc.min-saude.pt/

AR

Majoração da Proteção Social na Maternidade, Paternidade e Adoção Para os Residentes Nas Regiões Autónomas

Logo Diário da República

AL da Madeira Apresenta à AR Proposta de Lei Sobre a Majoração da Proteção Social na Maternidade, Paternidade e Adoção

AR

Exclusão da Ilicitude nos Casos de Interrupção Voluntária da Gravidez – Proteção da Maternidade e da Paternidade

Esta Lei foi revogada, veja aqui.

Esta Lei foi revogada, veja aqui.

Logo Diário da República

Alteração ao Código do Trabalho Reforça os Direitos de Maternidade e Paternidade

AR

AR Recomenda Reforçar os meios da ACT e Criar um Plano Nacional de Combate às Discriminações em Função da Maternidade e Paternidade

Enfermeiros Fazem Visitas Guiadas às Futuras Mães no Serviço de Maternidade da ULS Castelo Branco

Enfermeiros do Serviço de Obstetrícia da ULSCB fazem visitas guiadas à maternidade para minimizar ansiedade no momento de admissão.

«O Serviço de Obstetrícia da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco (ULSCB) desenvolve o Projecto de Visita à Maternidade, abrindo as portas às grávidas que queiram visitar o espaço físico e disponibilizando a equipa de saúde que as acolherá no momento do internamento.

O projeto está em vigor desde a primeira semana de janeiro.

A gravidez representa uma fase em que o casal e a grávida, em particular, experiencia um estado de ansiedade e de dúvidas muito específicas. Uma das preocupações dos casais, desde o início da gravidez, é a escolha do local onde irão fazer a vigilância da gravidez e, paralelamente, a do local do nascimento.

Este projeto tem como objetivos promover a vinculação da grávida à Maternidade, minimizar a ansiedade no momento do internamento do parto, bem como em situações de urgência, e melhorar a qualidade assistencial, uma vez que são eliminados receios e inseguranças.

As visitas realizam-se semanalmente, às quartas-feiras, pelas 14 horas, com acompanhamento de um enfermeiro da equipa da Maternidade, para grávidas/casais, entre as 34 e as 36 semanas de gravidez, e requer um agendamento prévio, que poderá ser feito através de contacto telefónico ou presencial, no serviço de Obstetrícia da ULSCB.

A visita inicia-se com uma breve introdução e entregas de folhetos informativos sobre o funcionamento do serviço, normas, recursos existentes, enxoval, documentação necessária ao internamento, trabalho de parto/cesariana, analgesia epidural, sinais de trabalho de parto, sinais de alarme durante a gravidez, normas e papel do acompanhamento em trabalho de parto, alta segura e outras dúvidas.

Segue-se a apresentação da estrutura física, recursos humanos e materiais, com especial ênfase na Enfermaria e Bloco de Partos, dado serem os espaços mais relevantes em termos de internamento e trabalho de parto.

Para mais informação, consulte:

Unidade Local de Saúde de Castelo Branco – http://www.ulscb.min-saude.pt/ »