Arquivo diário: 21/11/2016

Concurso de TDT de Farmácia do Hospital da Figueira da Foz: Lista de Excluídos e Datas das Entrevistas

« Bolsa de Recrutamento de Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica

área de Farmácia (M/F)

Ata Nº 2 –Serviços Farmacêuticos-ATA TDT-21-11-2016.pdf

Sem prejuízo do decurso do prazo de 5 dias úteis de Audiência Prévia para os eventuais interessados se pronunciarem, o Júri irá proceder ao agendamento das entrevistas e realização das mesmas aos candidatos já admitidos.

Datas de Entrevistas – TDT- Farmácia-Marcação de Entrevistas.pdf

Anúncio publicado em: 21-11-2016 »

Todas as questões deverão ser dirigidas ao Hospital Distrital da Figueira da Foz

Veja todas as publicações deste concurso em:

5ª reunião do Comité de Emergência da OMS: Os Distúrbios Neurológicos e o Vírus Zika Deixaram de Representar uma “Emergência de Saúde Pública de Âmbito Internacional” – Resumo e Declarações da OMS

OMS reúne Comité de Emergência sobre microcefalia, distúrbios neurológicos e vírus Zika

Após reunião do Comité de Emergência sobre microcefalia, distúrbios neurológicos e vírus Zika, no dia 18 de novembro, a Diretora-Geral da Organização Mundial da Saúde  declarou que a microcefalia, os distúrbios neurológicos e o vírus Zika deixaram de representar uma “Emergência de Saúde Pública de Âmbito Internacional” (PHEIC), como foi definido em 1 de fevereiro de 2016, ao abrigo do Regulamento Sanitário Internacional. A associação causal entre a microcefalia e os distúrbios neurológicos e o vírus Zika, motivo primário para a declaração de PHEIC, já foi comprovada pelo que já não justifica a manutenção daquele nível de emergência.

No entanto mantém-se a investigação científica a longo prazo, pois os aspetos da doença e das consequências que lhes estão associadas necessitam de ser aprofundadas.

Para mais informações consulte o resumo da reunião e das declarações da OMS

Veja todas as relacionadas:

Vírus Zika

Entidade Reguladora da Saúde Assina Protocolos de Cooperação com a Ordem dos Enfermeiros, Ordem dos Médicos e Ordem dos Farmacêuticos

Protocolos_1_535_999

Na prossecução da sua missão de regulação da actividade dos estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde, a Entidade Reguladora da Saúde (ERS) pode estabelecer, à luz dos seus Estatutos, formas de cooperação com outras entidades de direito público ou privado.

Nesse sentido, teve hoje lugar, nas instalações da ERS, a assinatura de dois protocolos de colaboração institucional:

– Um com a Ordem dos Médicos, a Ordem dos Enfermeiros e a Ordem dos Farmacêuticos, que facilitará a partilha de conhecimento e de recursos, humanos e técnicos, tendo em vista o bom exercício das suas atribuições. Em particular, procurar-se-á criar, paulatinamente, uma bolsa de peritos especializados, que possam vir a integrar as equipas de intervenção da ERS no terreno, sempre que tal se revele útil.

– Um outro com a Inspeção Geral das Atividades em Saúde, a Ordem dos Médicos, a Ordem dos Enfermeiros e a Ordem dos Farmacêuticos, que facilitará, nomeadamente, a articulação entre as partes relativamente a temas transversais e o desenvolvimento de acções concertadas, sempre que delas advenham mais-valias para o sistema de saúde e para a qualidade dos cuidados prestados.

Durante a vigência de ambos os protocolos, a ERS garantirá a total independência e autonomia, no exercício dos seus poderes regulatórios.

Informação da Ordem dos Enfermeiros:

21-11-2016
Ordem ganha poderes de inspecção e fiscalização

As Ordens da Saúde vão poder inspeccionar e fiscalizar unidades do sector público, privado e social sempre que acompanhadas pela Entidade Reguladora da Saúde (ERS) ou pela Inspecção-Geral das Actividades em Saúde (IGAS). A novidade consta de dois protocolos promovidos pela Ordem dos Enfermeiros (OE) e assinados na passada sexta-feira, no Porto, em conjunto com a Ordem dos Médicos, Ordem dos Farmacêuticos, ERS e IGAS.

“É um acordo muito importante. Pela primeira vez conseguimos colocar-nos todos em sintonia relativamente a uma matéria de difícil consenso. Vamos poder passar a participar em fiscalizações, inspecções e vistorias com a ERS e com a IGAS, tanto nas unidades públicas, como no sector privado e social. Valeu a pena ter acreditado”, sublinha Luís Barreira, Vice-presidente da Ordem dos Enfermeiros.

No protocolo assinado com a Entidade Reguladora da Saúde, fica claro que as Ordens passam a “participar e cooperar em acções de fiscalização, inspecções, vistorias, monitorizações e avaliações periódicas promovidas e coordenadas pela ERS”.

Já no que diz respeito ao protocolo também assinado entre as Ordens, a IGAS e a ERS, fica definido que as partes vão cooperar na “partilha de informação, de dados, conhecimentos técnico-científicos e, bem assim, do desenvolvimento de acções conjuntas”.

Aberto Concurso de TDT de Ortóptica – CH Setúbal

Foi publicado hoje, 21/11/2016, no jornal Diário de Notícias, edição em papel, o aviso de abertura de um concurso para Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica de Ortóptica no Centro Hospitalar de Setúbal.

O prazo para concorrer são 5 dias.

«Anuncio 1 TDT Ortoptica
(Data de divulgação 21-11-2016)
Ver lista – PDF»

Todas as questões deverão ser colocadas ao Centro Hospitalar de Setúbal.

 Veja todas as publicações deste concurso em:

Logo Diário da República

Regulamento de Atribuição de Equivalência de Habilitações Estrangeiras do Grau de Licenciado e Mestre em Enfermagem – Escola Superior de Enfermagem de São José de Cluny

Logo Diário da República

Regulamento do Mestrado em Gestão e Economia de Serviços de Saúde – Faculdade de Economia da Universidade do Porto