Arquivo diário: 29/09/2015

Concurso Nacional para 774 Enfermeiros para as ARS’s – Candidatura: Perguntas Frequentes e Respostas da ACSS

Atualização: Já saíram novas perguntas frequentes e respetivas respostas, veja aqui.


A ACSS disponibilizou as Perguntas Mais Frequentes e respetivas respostas, relativas ao Concurso Concurso Nacional para 774 Enfermeiros para as Administrações Regionais de Saúde (ARS) / Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS).

Veja as Perguntas Frequentes e as Respostas da ACSS

Todas as questões deverão ser colocadas à Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS): 21 7925539 ou o email concursoenfermeiros2015@acss.min-saude.pt

Veja os Gostos, Comentários e Partilhas no nosso Facebook (publicação de abertura do concurso).

Veja as publicações anteriores deste concurso:

Concurso Nacional para 774 Enfermeiros para as ARS’s: Parâmetros de Avaliação – Ata n.º 1

Aberto Concurso Nacional para 774 Enfermeiros para as ARS’s com 10 Dias Úteis para Concorrer

Concurso para TDT de Análises Clínicas e Saúde Pública do CH Tâmega e Sousa: Lista de Classificação Final Homologada

«Bolsa de Recrutamento de Técnico de Diagnóstico e Terapêutica – Área de Análises Clínicas e Saúde Pública

Publicita-se a Lista de Classificação Final da Bolsa de Recrutamento de Técnico de Diagnóstico e Terapêutica – Área de Análises Clínicas e Saúde Pública , que foi homologada por deliberação do Conselho de Administração de 24/09/2015.

Da presente Lista cabe recurso nos termos legais.

CHTS, 29 de Setembro de 2015»

Todas as questões deverão ser colocadas ao Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa.

Veja as outras publicações deste concurso:

Concurso para TDT de Análises Clínicas e Saúde Pública do CH Tâmega e Sousa: Lista de Classificação Final

Concurso para TDT de Análises Clínicas e Saúde Pública do CHTS: Listagem de Admitidos e Excluidos

Logo Infarmed

Comunicado de imprensa – Fornecimento de Soro aos Hospitais: Esclarecimento do Infarmed

A Associação Portuguesa das Empresas de Dispositivos Médicos (APORMED) anunciou publicamente que o fornecimento de soro aos hospitais portugueses está em risco.

Contactados os principais fornecedores de soro em atividade em Portugal, o Infarmed, Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, no cumprimento da sua missão de assegurar o acesso dos portugueses aos medicamentos e outros produtos de saúde, está em condições de garantir que o fornecimento de soro não está em risco nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde.

Veja aqui o Comunicado

Documento DGS: Dia Mundial do Coração – Refletir Sobre os Riscos que os Comportamentos Podem Acarretar para a Saúde

A Direção-Geral da Saúde, através do Programa Nacional para as Doenças Cérebro-Cardiovasculares, comemora hoje o Dia Mundial do Coração como oportunidade para refletir sobre os riscos que os comportamentos podem acarretar para a Saúde.

Veja aqui o Documento

Artigo: Ocorrência e Disseminação da Microalga Gonyostomum Semen em Albufeiras – INSA

Microalga Gonyostomum semen

Gonyostomum semen é uma microalga flagelada presente em lagos distróficos da Fenoscandinávia que nos últimos 40 anos tem vindo a expandir-se a lagos e a albufeiras não distróficos situados no norte e centro da Europa. Com a capacidade de dominar em pouco tempo a comunidade fitoplanctónica, a G. semen consegue produzir densas florescências principalmente durante a época estival.

A produção de florescências por parte desta microalga possui um impacto profundo na qualidade das águas para uso recreativo e para consumo humano. A G. semen presente em águas de uso recreativo produz filamentos de mucilagem que se agarram à pele dos banhistas, provocando prurido e irritações cutâneas. A presença de grandes quantidades de mucilagem na água para consumo humano afeta a eficiência das estações de tratamento, causando a colmatação dos sistemas de filtros e produzindo odor e sabor desagradáveis na água.

Com o intuito de descrever a deteção de G. semen em amostras de água doce colhidas em albufeiras portuguesas e de apresentar os dados preliminares relativos à sua distribuição geográfica em território continental, Sérgio Paulino, Arminda Vilares e Elisabete Valério, do Laboratório de Biologia e Ecotoxicologia, da Unidade de Água e Solo, Departamento de Saúde Ambiental, do Instituto Ricardo Jorge, elaboraram um artigo tendo como base as amostras analisadas entre os anos de 2009 e de 2014.

Veja aqui o artigo